O que é e como funciona Geração Distribuída? | Hidroenergia Engenharia e Automação

Topo

+55 55 3331-1201

atendimento@hidroenergia.com.br


O que é e como funciona Geração Distribuída?

Postado em: 12 de Março de 2018

O que é Energia Distribuida

Geração Distribuída é o meio pelo qual você, consumidor de energia elétrica – seja na sua empresa ou residência, passou a ter a possibilidade de gerar a própria energia que consome. Leia este texto e entenda como funciona!

Alguns conceitos são novos na área de geração de energia e, por isso, podem causar algum tipo de confusão ou dúvidas perfeitamente normais à toda a sociedade civil que tem interesse em conhecer o potencial gerador de energia elétrica do nosso país.

É o caso da chamada Geração Distribuída, que foi aprovada pelo artigo 14º do Decreto nº 5.163/2004 que diz:

Considera-se geração distribuída a produção de energia elétrica proveniente de empreendimentos de agentes concessionários, permissionários ou autorizados, incluindo aqueles tratados pelo art. 8o da Lei no 9.074, de 1995, conectados diretamente no sistema elétrico de distribuição do comprador, exceto aquela proveniente de empreendimento:

I – hidrelétrico com capacidade instalada superior a 30 MW; e

II – termelétrico, inclusive de cogeração, com eficiência energética inferior a setenta e cinco por cento, conforme regulação da ANEEL, a ser estabelecida até dezembro de 2004.

Parágrafo único. Os empreendimentos termelétricos que utilizem biomassa ou resíduos de processo como combustível não estarão limitados ao percentual de eficiência energética prevista no inciso II do caput.

 

De uma forma simplificada, o que é Geração Distribuída?

 

É a Geração de Energia descentralizada, ou seja, ao invés de ter-se uma grande usina hidrelétrica produzindo uma grande quantidade de energia, tem-se a geração de energia distribuída entre várias pequenas usinas – daí o nome. Essas pequenas usinas podem ser mantidas pelo próprio consumidor. Isso possibilita várias coisas, dentre elas três principais:

  1. Reduzir, em muito, os altos custos com Energia Elétrica das empresas brasileiras que investem nessa área;
  2. Distribuir a renda originada pelo setor de Geração de Energia – Em 2014 a indústria energética no Brasil já movimentava R$ 40 bilhões, segundo o jornal de economia Valor Econômico;
  3. Atender a crescente demanda de energia elétrica que o país apresenta – O consumo brasileiro vai triplicar até 2050, segundo estudo divulgado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE).

 

Como funciona Geração Distribuída?

 

A geração pode ser realizada através de diferentes fontes de energia como solar, eólica e hidráulica. Neste último caso (o qual a Hidroenergia trabalha com afinco e atende clientes de todo o Brasil e de vários países mundo afora), é necessário que o consumidor faça um investimento em uma pequena usina hidrelétrica.

Nesta pequena usina será produzida a energia e injetada diretamente na rede elétrica da concessionária – leia-se a empresa que faz a distribuição da energia elétrica na sua região. A rede atua como uma espécie de bateria, armazenando a energia gerada antes de levá-la para o consumidor final.

 

Neste caso, eu gero energia para a concessionária que armazena a energia?

 

Não, você gera energia para sua residência ou para sua empresa: a energia que você injeta na rede é contabilizada e descontada da sua conta com a concessionária.

Pode ser a conta da sua residência, pode ser a conta da sua empresa, enfim, você ganha crédito e pode utilizar a energia gerada. Se utilizar menos energia do que produziu em um mês, você continua com crédito e no mês que utilizar mais do que gerou, esse crédito é descontado.

Além de economizar com a conta de luz (que é inquestionável, especialmente para empresas que gastam muito com a conta de luz), há os benefícios ambientais e sociais que geram uma sociedade cada vez mais independente para gerenciar os seus próprios recursos, sem depender do governo e daquilo que eles determinam.

Ademais, a possibilidade de gerar a própria energia inicia uma nova etapa na história do nosso país, mas este será assunto para um próximo texto do nosso blog.

Fique de olho!

Deixe o seu comentário: